CORPO DE BOMBEIROS/DIVULGAÇÃO
CORPO DE BOMBEIROS/DIVULGAÇÃO

AO VIVO

Acompanhe notícias do coronavírus em tempo real

Explosão em lancha mata jovem e deixa 12 feridos no Triângulo Mineiro

Embarcação pegou fogo no Rio Parnaíba, em Canápolis. Feridos foram levados para hospitais da região com queimaduras de segundo e terceiro graus

José Maria Tomazela , O Estado de S.Paulo

09 de março de 2020 | 15h31
Atualizado 09 de março de 2020 | 20h57

SOROCABA – Uma lancha com 13 pessoas pegou fogo e explodiu, na tarde deste domingo, 8, no Rio Paranaíba, em Canápolis, no Triângulo Mineiro. Um jovem de 24 anos morreu e doze pessoas ficaram feridas. Os feridos foram levados para hospitais de Canápolis e Uberlândia com queimaduras de segundo e terceiro graus. As causas do acidente estão sendo investigadas pela Marinha.

De acordo com informações da Polícia Civil, a lancha partiu de um rancho na fazenda Beira Rio, levando familiares do proprietário – um empresário do setor alimentício – e convidados, entre eles três crianças. Por motivos que ainda serão apurados, a embarcação pegou fogo quando já estava próxima da margem e, em seguida, explodiu.

Doze pessoas conseguiram pegar os coletes salva-vidas e pular na água. Um rapaz de 24 anos acabou pulando no rio sem o colete e desapareceu. Seu corpo foi encontrado por uma equipe da Marinha na tarde desta segunda. O resgate do corpo do rapaz, identificado como Laurêncio Rocha de Oliveira, e que estava a 4 km do local do acidente, foi feito com apoio do Corpo de Bombeiros. 

Pessoas que estavam na margem ajudaram a retirar os feridos da água e chamaram o socorro. As vítimas foram levados para o hospital de Canápolis e transferidas para hospitais de Uberlândia, na mesma região. O Corpo de Bombeiros iniciou as buscas pelo desaparecido ainda no domingo.

Nesta segunda-feira, quatro pessoas estavam internadas com queimaduras graves no Hospital Santa Genoveva, em Uberlândia. Outras cinco vítimas foram levadas para o Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia. Segundo o hospital, o estado de saúde era delas estável, mas requeria atenção. Outros três feridos, com queimaduras de menor gravidade, receberam alta depois de serem medicados.

A Marinha informou que uma equipe foi deslocada para a região para dar apoio à investigação das causas do acidente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.