Explosão em mina da Nova Zelândia deixa 27 soterrados

Uma explosão abalou uma remota mina de carvão na Nova Zelândia nesta sexta-feira, deixando 27 pessoas soterradas, informaram autoridades locais e a empresa que explora a área.

REUTERS

19 Novembro 2010 | 07h23

A mina, que começou a produzir este ano, fica em uma cadeia de montanhas na Ilha Sul.

Dois homens conseguiram sair do local, com ferimentos leves, e estão sendo tratados num hospital. Eles disseram às autoridades que outros três estavam a caminho da saída. A polícia informou não ter informações sobre mortes, apesar de relatos de algusn órgãos de imprensa.

"Não há mortes confirmadas", disse uma porta-voz da polícia à Reuters.

O executivo-chefe da empresa proprietária da mina, a Piker River Coal, Peter Whittall, disse acreditar que 27 pessoas, entre mineiros e trabalhadores de subcontratadas, estão soterrados.

A mina produz carvão coque utilizado na indústria siderúrgica e estava ampliando sua produção, depois de uma série de problemas técnicos que retardaram a extração.

(Por Gyles Beckford)

Mais conteúdo sobre:
ACIDENTE MINA NOVAZELANDIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.