Explosões deixam dois mortos e dois feridos no interior de SP

As polícias de Sumaré e Americana, interior de São Paulo, investigam duas explosões que deixaram duas pessoas mortas e duas feridas na região, nesta semana. Em Sumaré, uma bomba explodiu dentro de um caminhão na segunda-feira, 12, e matou o motorista José Carlos de Lima, 49 anos, e Dercídio Novelli, 55 anos, vizinho do local em que seria feita a entrega de pelo menos 50 sacos de cimento, no Jardim Santa Rosa, periferia da cidade. O filho de Dercídio, Gabriel Novelli Gomes, 4 anos, ficou ferido, mas foi medicado no hospital estadual de Sumaré. Segundo informou a Polícia Civil, ainda não se sabe a origem dos explosivos, nem se era bomba de fabricação caseira ou uma granada. A explosão ocorreu por volta de 13 horas, quando a carga estava sendo retirada do veículo.A polícia técnica esteve no local e coletou amostras do material carregado pelo caminhão e da suposta bomba. O laudo deve ficar pronto entre um e dois meses, segundo informou a polícia. Segundo a Polícia Militar, os explosivos estavam entre os sacos de cimento. Os donos da empresa de material de construção não quiseram dar entrevista. Uma equipe do esquadrão anti-bombas da Polícia Civil do Estado de São Paulo também vai acompanhar o caso.Substância inflamávelEm Americana, o delegado titular do 2º Distrito Policial, Luís Carlos Gazarini, descartou a hipótese de bomba no caso da explosão que ocorreu numa residência, no centro, por volta das 14 horas de terça-feira, 13.A polícia trabalha com a hipótese de existência de substância inflamável no solo. "A funcionária que trabalhava na casa colocou umas folhas de mangueira, acendeu o fogo e quando estava a dez metros da fogueira, foi atingida pela explosão", contou o delegado. A mulher, cujo nome não foi revelado pela polícia, não ficou machucada.A explosão causou danos a aos prédios de um banco, uma farmácia, um escritório de contabilidade e dois cartórios. Os laudos técnicos ficam prontos em 60 dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.