Explosões em batalhão matam um policial e ferem outro

Um policial morreu e outro ficou ferido nesta terça-feira, após as três explosões que atingiram o paiol da sede do 3º Batalhão de Choque da Polícia Militar, localizado ao lado da pista local da Marginal do Tietê, no sentido Cebolão, na Vila Maria. De acordo com o oficial responsável pela Central de Operações do Corpo de Bombeiros da capital paulista, uma policial grávida também passou mal por causa das explosões, que ocorreram por volta das 9 horas desta terça-feira. Os dois policiais atingidos foram encaminhados para o pronto-socorro da Vila Maria por agentes do Grupo de Ações Táticas e Especiais (GATE), mas um deles morreu.As explosões destruíram todo o galpão e atingiram algumas viaturas do GATE, cuja base fica na sede do batalhão. Ao todo, 20 viaturas do Corpo de Bombeiros foram acionadas para o local do incidente, além de dois helicópteros da PM.Ainda não há informações sobre o estado de saúde do policial que foi internado e também não foi divulgado o nome do que morreu, pois a família da vítima não havia sido informada até às 11 horas desta terça-feira.A Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) interditou a pista local da Marginal do Tietê, próximo ao Batalhão, no sentido Castello Branco, causando congestionamento nas duas pistas, desde a Ponte Aricanduva. Os 4,5 quilômetros de lentidão afetam também a Avenida Salim Farah Maluf.As causas do incidente ainda não foram reveladas. De acordo com o Corpo de Bombeiros, o paiol do batalhão vai passar por uma perícia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.