FAB realiza varredura na região onde avião teria desaparecido

C-98 Caravan transportava 11 pessoas e apoiava projeto de vacinação; mais de 100 militares participam das buscas

Tânia Monteiro, de O Estado de S. Paulo,

29 de outubro de 2009 | 23h41

Aeronave igual à desaparecida; sinal de emergência foi enviado 58 minutos após decolagem. Foto: FAB

 

BRASÍLIA - As buscas à aeronave C-98 Caravan da Força Aérea Brasileira (FAB), desaparecida na região Norte entre Tabatinga (AM) e Cruzeiro do Sul (AC), prosseguem durante toda a noite. Segundo a FAB, a aeronave decolou às 8h30 horário local (10h30 de Brasília) e deveria pousar em Tabatinga às 10h15 (horário local).

 

Veja também:

link Avião da FAB com 11 a bordo desaparece no Amazonas

A varredura da região está sendo feita com o auxílio de sete aeronaves da FAB e uma do Exército Brasileiro, entre as quais um avião de reconhecimento R-99, equipado com sensor para varredura térmica, a exemplo do que ocorreu no caso do voo AF-447, e de um helicóptero HM-3. O avião transportava 11 pessoas - quatro tripulantes e sete passageiros - e apoiava missão de vacinação do Ministério da Saúde.

 

O SALVAERO, órgão da Força Aérea que coordena operações de busca e resgate no País, recebeu o sinal de emergência (ELT) emitido pela aeronave 58 minutos depois da decolagem. Com base nas informações do ELT e dos últimos contatos radar e rádio com o controle de tráfego aéreo, foi possível estabelecer uma área para início das buscas.

 

De acordo com a nota emitida pela Aeronáutica, será montada uma base de operações na cidade de Cruzeiro do Sul (AC). Mais de cem militares participam da operação de resgate na região.

Tudo o que sabemos sobre:
FABSalvaeroC-98 Caravan

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.