FAB retoma buscas por helicóptero da Petrobrás que desapareceu no RJ

A aeronave decolou da plataforma P-65 com destino a Macaé. Além do piloto e do copiloto, dois passageiros estavam a bordo

João Paulo Carvalho, estadão.com.br

19 Agosto 2011 | 19h05

A Força Aérea Brasileira (FAB) retomou às 6h10 deste sábado, 20, as buscas pelo helicóptero que desapareceu com quatro pessoas a bordo na Bacia de Campos, no norte fluminense, no início da noite desta sexta-feira, 19. Eles estavam a serviço da Petrobrás.

A aeronave P-95, que decolou no início da manhã, realiza buscas no local, enquanto que o helicóptero H-34 está de prontidão em Macaé caso seja feito resgate no mar. A operação, coordenada pela FAB, conta ainda com apoio de um Navio Patrulha Guajará e um helicóptero Lynx da Marinha do Brasil, além de quatro aeronaves e navios da Petrobrás.

Segundo a FAB, por volta das 17h15 (horário de Brasília), um helicóptero (prefixo PR-SEK), decolou da plataforma P-65 da Petrobrás, com direção a Macaé. A aeronave declarou emergência à Torre de Controle de Macaé e fez um pouso forçado no oceano Atlântico, a aproximadamente 100 km do litoral fluminense. O Salvaero Curitiba mobilizou duas aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB), sendo um avião P-95 Bandeirante Patrulha e um helicóptero H-34 Super Puma, para dar início às buscas.

A aeronave transportava os passageiros Ricardo Leal de Oliveira, auxiliar técnico de planejamento da empresa Engevix, e João Carlos Pereira da Silva, técnico de inspeção da empresa Brasitest; além do piloto Rommel Oliveira Garcia e do copiloto, cujo nome não foi liberado, por enquanto, a pedido da família.

Texto atualizado às 8h37 para acréscimo de informação

 

Colaboração de Marcela Bourroul Gonsalves, Ricardo Valota e Priscila Trindade

Mais conteúdo sobre:
FAB helicóptero Petrobrás Rio de Janeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.