Fábrica de caça-níqueis é descoberta e três são presos no RS

Máquinas, arma e veículo foram apreendidos em São Luiz; detidos têm antecedentes por exploração de jogos

Solange Spigliatti, estadao.com.br

20 de janeiro de 2009 | 14h59

Três homens, de 43, 48 e 29 anos, foram presos na segunda-feira, 19, em Sapiranga, no Rio Grande do Sul, acusados por exploração de jogo de azar. Eles foram detidos no bairro São Luiz, onde funcionava uma fábrica de máquinas caça-níqueis. Foi encontrada grande quantidade de equipamentos de informática, além de diversas máquinas montadas e em fase de montagem. Foram apreendidos uma garrucha calibre 28, sem numeração aparente e de propriedade de um dos presos, e uma camionete GM Silverado também de um dos detidos, a qual estava carregada com várias máquinas caça-níqueis, já prontas para uso. De acordo com o comando do 32.º BPM, todos os envolvidos possuem antecedentes por exploração de jogos de azar e um dos presos possui antecedentes por furto, estelionato, porte de arma, roubo, posse e tráfico de entorpecentes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.