Fachada de prédio em reforma desaba e fere 5

A fachada de um sobrado de dois andares que estava em reforma desabou ontem em Ipanema, na zona sul do Rio, ferindo cinco pessoas. A obra não tinha autorização da prefeitura. Em 2006, a mesma marquise havia caído e ferido uma pessoa. O acidente aconteceu por volta das 9h15, numa das esquinas mais movimentadas do bairro, entre as Ruas Visconde de Pirajá e Farme de Amoedo. No local, funcionavam uma lanchonete e uma pet shop, fechadas para a reforma. A turismóloga Luciana Bravo, de 36 anos, sofreu escoriações: "Estava indo para o trabalho. De repente vi os tapumes abrindo e um monte de poeira caiu sobre mim." Os pedreiros Agnaldo José Albino e Luiz Alves da Silva também se feriram. Além deles, Jonas Pereira Andrade e Lilian Maria Reis Vianna foram atingidos pelos escombros e foram socorridos por pedestres. Os bombeiros interditaram a rua parcialmente, porque havia o risco de novos desabamentos. Segundo a Secretaria Municipal de Urbanismo, a licença para as obras estava vencida desde o ano passado. Além disso, só permitia intervenções na fachada, e não no interior do prédio, como estava sendo feito. Foi aberto um inquérito pela Polícia Civil para investigar se houve negligência na reforma. Serão ouvidos os feridos, as testemunhas, o engenheiro responsável e os proprietários.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.