Falha ameaça de seqüestro por telefone

Uma nova modalidade de extorsão, com ameaça de seqüestro, foi registrada em Campinas na última semana. Nos dias 26, 27 e 28, dois empresários da cidade e um de Paulínia procuraram a polícia para fazer boletins de ocorrência depois de terem sido ameaçados de seqüestro por telefone. O seqüestrador exigia que a vítima levantasse uma quantia em dinheiro, entre R$ 100 mil e R$ 500 mil, para evitar que alguém de sua família fosse seqüestrado. O bandido dizia fazer parte de uma quadrilha e revelava, por telefone, detalhes sobre as famílias ameaçadas, demonstrando conhecer bem a rotina de seus integrantes. Na noite desta quinta-feira, investigadores da Delegacia Anti-Seqüestros de Campinas (Deas), prenderam em flagrante o homem acusado de tentar extorquir os empresários. O mecânico Paulo Henrique Vieira de Souza foi detido quando telefonava para uma das vítimas de um orelhão, na Rua Barreto Leme, no Centro, ao lado da prefeitura de Campinas. A voz de Souza foi reconhecida pelos empresários ameaçados. O acusado exigiu R$ 500 mil de um deles e R$ 100 mil dos outros dois. Nenhum valor foi pago. Os nomes das vítimas não foram divulgados. Segundo os investigadores, o suspeito agia sozinho, apesar de afirmar que integrava uma quadrilha. Morador do bairro de classe média Jardim Santana, em Campinas, Souza tem um registro na polícia de contravenção por direção perigosa. De acordo com os policiais, uma das vítimas do mecânico havia sido seu cliente, na oficina onde o acusado trabalha. Autuado em flagrante, Souza permanece detido no 2º Distrito Policial de Campinas. Seqüestrador presoFrancisco Paulino Santos foi preso em Limeira, acusado de integrar a quadrilha que seqüestrou uma adolescente de 17 anos e sua mãe, em 19 de novembro do ano passado, em Itapira. Os seqüestradores libertaram a mulher 13 dias depois, sob pagamento de resgate. A filha continuou em cativeiro e somente foi libertada pelos criminosos em 2 de janeiro, novamente sob pagamento de resgate. Santos é acusado ainda de ter participado do resgate de dez presos da Cadeia de Itapira, no último dia 13, entre eles três membros de sua quadrilha. Um investigador foi atingido por dois tiros na perna durante a operação. O suspeito está detido na cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.