Falha atrasa CPTM e usuários tentam atear fogo em trem

Problema de tração de uma composição começou por volta das 7h30 em um trem que seguia com destino à Estação Brás

Solange Spigliatti, do estadão.com.br

27 de julho de 2010 | 11h33

SÃO PAULO - Ao contrário da informação repassada pelo Corpo de Bombeiros, não ocorreu um princípio de incêndio em uma das composições da Linha 12-Safira da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) devido à demora na circulação de trens na manhã de hoje.

 

De acordo com a CPTM, um dos usuários, como ato de vandalismo, pegou um dos extintores de incêndio da estação, provocando pânico nos demais passageiros, que acionaram os bombeiros, pensando se tratar de um incêndio.

 

O problema de tração de uma composição começou por volta das 7h30 em um trem que seguia com destino à Estação Brás, entre as paradas Tatuapé e Engenheiro Goulart. Às 8h15, o trem avariado foi removido do local e a operação foi normalizada.

Tudo o que sabemos sobre:
CPTMbombeiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.