Falha da Gol agrava atrasos nos aeroportos brasileiros

Problema no sistema automático de controle de despachos atrasou 289 dos vôos da empresa

Agência Brasil

20 de dezembro de 2008 | 21h46

A situação complicada dos aeroportos brasileiros foi agravada por uma falha no sistema automático de controle de despachos da companhia aérea Gol. De acordo com uma nota da empresa, o problema já foi solucionado e a empresa precisará de algumas horas para regularizar a situação.  Nos principais aeroportos do país, o índice de vôos em atraso mantém-se praticamente estável no fim do dia. Segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero), das 1.540 partidas previstas às 21h45, foram registrados 614 (39.9%) atrasos ao longo do dia, mas, nesta noite, eram 50 os vôos atrasados, ou 3.2%. O total de cancelamentos ficou em 46 (3%). De acordo com levantamento da Infraero, o aeroporto de Brasília registrava o maior número de atrasos, 11 , seguido de Guarulhos, em São Paulo, com oito.  A Gol registrou o maior número de atrasos, 289 (de 463), seguida da TAM, com 210. A nova empresa aérea, Azul, registrou ao longo do dia cinco atrasos dos nove vôos previstos. A Ocean Air atrasou 15, a Varig, 42, e a Webjet, 15.

Tudo o que sabemos sobre:
aeroportosvôosatraso

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.