Falha no Cindacta foi causada por erro de um técnico, diz Saito

Centro de controle aéreo sofreu um apagão há duas semanas e parou parte do tráfego aéreo

Milton F. da Rocha Filho, da Agência Estado,

08 de agosto de 2007 | 16h01

O Comandante da Aeronáutica, brigadeiro Juniti Saito, contou aos deputados da CPI do Apagão Aéreo que a falha que houve há duas semanas com a falta de energia no sistema que alimentava os equipamentos de controle do Cindacta 4, em Manaus, foi causada pela inexperiência de um dos técnicos que errou na utilização dos geradores. "Não houve falha nos geradores, mas sim no seu manuseio", disse o comandante da Aeronáutica em depoimento à CPI nesta quarta-feira, 8. O deputado Fernando Gabeira (PV-RJ) disse que a televisão mostrou que houve a falha de um dos geradores e a televisão mostrou isto. Saito argumentou que não houve falha, mas que sua bateria estava fraca. O comandante da Aeronáutica explicou ainda para a deputada Luciana Genro (PSOL-RS), que mesmo vazando água de um dos geradores, ele poderia funcionar normalmente. "Um dos geradores estava com a bateria fraca, era só trocar", disse o Saito.  

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.