Falsário é preso em estação da CPTM

O falsário Adilson Francisco dos Santos, de 23 anos, foi detido, na tarde desta quarta-feira, na estação Jardim Belval, da linha B da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM). Ele utilizava um método de falsificação em que o bilhete é envolto em fita magnética e validado em um bloqueio de estação.O circuito interno de TV da companhia já havia registrado imagens de ações anteriores do criminoso e agentes de segurança estavam prevenidos para capturá-lo. A linha B liga as estações Júlio Prestes e Itapevi. E a estação Jardim Belval, onde Adilson foi apanhado, fica no município de Barueri, na Grande São Paulo. Apesar de haver imagens do falsário agindo desde há cerca de quatro meses, os agentes de segurança tiveram dificuldade para apanhá-lo porque ele agia em horários e estações diferentes. Os bilhetes falsos, provavelmente, eram vendidos em bancas de camelôs. Em posse do falsário foram encontrados 47 bilhetes envoltos com fita magnética, prontos para serem falsificados. O criminoso foi encaminhado ao 1º DP de Barueri e autuado em flagrante.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.