Falso delegado é preso em Taboão da Serra

O mecânico Rudey Nunes de Matos, 34 anos, foi preso na noite de ontem, por se passar por delegado de polícia, no município de Taboão da Serra, na grande São Paulo. Por meio de uma denúncia anônima, policiais civis da Delegacia Seccional de Taboão chegaram até Rudney, que foi detido em sua oficina mecânica, na rua Tenente José Maria da Cunha, no Jardim Record, onde foram encontrados uma Parati preta, furtada há algumas semanas na região dos Jardins, zona sul da capital, e uma carteira de delegado falsa.Com o documento, durante 3 meses, período que duraram as investigações policiais, o mecânico se passou por delegado, extorquindo dinheiro de moradores e comeciantes de Taboão da Serra, oferecendo segurança extra e ameaçando indicar a fiscais da região locais a serem alvos de multas e blitze.Ao ser detido e levado ao 1º Distrito Policial da cidade, Rudney foi interrogado pelo delegado seccional Romeu Tuma Júnior, alvo de uma tentativa de suborno por parte do mecânico, que teria oferecido a Tuma Júnior R$ 8 mil e a Parati, em troca da liberdade.Rudney Matos, em cuja ficha criminal não constava crime algum, foi indiciado pelo delegado Gilson Leite Campinas por receptação, falsidade ideológica, uso de documento falso, usurpação da função pública e corrupção ativa. O falso delegado pode ser condenado a até 15 anos de cadeia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.