Falso dentista é preso por estupros em SC

Homem atuava como dentista mesmo sem possuir registro profissional

28 Março 2012 | 14h48

São Paulo, 28 - Um falso dentista foi preso na manhã desta terça-feira, 27, em São Bento do Sul, em Santa Catarina, acusado pelo crime de estupro, segundo a Polícia Civil. Gilmar André Gawlinski, de 46 anos, é condenado pela Justiça do Mato Grosso a sete anos de reclusão pelo crime de estupro e estava foragido havia dois anos.

Gawlinsk, que atuava como dentista mesmo sem possuir registro profissional no estado de Santa Catarina, foi preso em seu consultório no momento em que iria prestar atendimento a um cliente, segundo a polícia. No local, os agentes encontraram documentos que possibilitaram a identificação do criminoso.

O falso dentista Gawlinsk residia em São Bento do Sul há aproximadamente um ano e identificava-se como André Krzyaniak. Contra ele, havia em aberto dois mandados de prisão por Sentença Condenatória expedidos pela Justiça mato-grossense por dois estupros praticados em 2009, de acordo com a polícia. Gawlinsk foi conduzido ao Presídio Regional de Mafra e será encaminhado ao Mato Grosso.

Mais conteúdo sobre:
falso dentistaestuproSC

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.