Falso oficial de Justiça resgata presos do CDP de Belém

Um falso oficial de Justiça conseguiu resgatar um grupo de presos por volta das 23h desta segunda-feira do Centro de Detenção Provisória (CDP) do Belém, na marginal Tietê, próximo à Ponte Tatuapé, na zona Leste da capital paulista.De terno e gravata, e com uma funcional, o falso oficial se aproximou e se apresentou a um dos seguranças do CDP com o nome de Pedro César Viana. Segundos depois um Gol prata, ocupado por duas pessoas, apareceu e tiros de pistola calibre 380 foram disparados contra os seguranças. O portão foi aberto à força. Os seguranças disseram que nennhum preso saiu correndo pela portão da frente, mas que o alambrado interno do CDP estava danificado, dando indício de que detentos conseguiram escapar.Policiais militares da 7ª Companhia do 08º Batalhão disseram que ao menos três detentos foram levados pelo falso oficial e os comparsas dele. Em um fusca vermelho, que era ocupado por um casal, a 200 metros do CDP, policiais encontraram várias armas. Os suspeitos conseguiram fugir.O carro usado no resgate, o Gol prata, clonado, com placas de Caraguatatuba (SP), foi abandonado pelos criminosos na Rua Coronel Estevão Lopes de Camargo, próximo ao Parque São Jorge, na mesma região. O coordenador das unidades prisionais dacapital e grande São Paulo, Percy de Souza, tenta neste momento negociar com parte dos detentos do CDP que, após o resgate, deu início a uma rebelião e faz seis agentes reféns.

Agencia Estado,

27 de abril de 2004 | 03h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.