Falso policial é preso em delegacia no Rio de Janeiro

Um homem foi preso nesta terça-feira, 13, ao tentar se passar por policial no Rio de Janeiro. Com uma carteira falsa de inspetor da Polícia Civil, Luiz Alberto Pereira Oliveira, de 38 anos, tentou acompanhar um depoimento no 57º Distrito Policial, de Nilópolis. Desconfiado, um agente descobriu a farsa. Oliveira pretendia assistir ao depoimento de Normal Senna de Oliveira, autora de um inquérito policial que apura um crime de falsidade ideológica. Ele disse aos policias do 57º DP estava lotado na Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). Mas um agente descobriu que a matrícula de Oliveira era falsa, assim como a Carteira Nacional de Habilitação com a qual ele tentou se identificar. Após a prisão, os policias seguiram para a casa de Oliveira, onde foram apreendidos diplomas de ensino médio do Colégio Delta de Santa Cruz e cheques, uma cópia colorida de cartão de CPF, todos em branco, diplomas de vigilante em nome dele, documentos em nome da firma Falcão Segurança, e cartões de visita em nome da empresa, com a inscrição "Policial Pereira, Diretor Operacional". Nos cartões eram oferecidos serviços de vigilância noturna, segurança pessoal, segurança anti-seqüestro, investigações criminais e guarda costas com policiais. Oliveira foi levado para a Polinter. Agora, a polícia investiga outros possíveis crimes cometidos por ele.

Agencia Estado,

14 de março de 2007 | 22h21

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.