Falsos policiais assaltam mercado e matam cabo da PM

Um grupo de falsos policiais civis conseguiu, na noite de terça-feira, assaltar um supermercado e, na fuga, matou um policial militar, no bairro de Parelheiros, na capital paulista. Por volta das 21 horas, ocupando três carros e usando falsas camisetas do Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos (Garra), os criminosos pararam em frente ao Supermercado Teixeira e invadiram o estabelecimento. Após se identificarem como investigadores que estavam lá para verificar uma denúncia de receptação de carga roubada por parte do proprietário do supermercado, os bandidos anunciaram o assalto. A polícia ainda não sabe o que realmente foi levado do estabelecimento. Na fuga, os criminosos, armados de metralhadoras, conseguiram furar um bloqueio em frente à Base Comunitária da 2ª Companhia do 27º Batalhão, próximo à Estrada da Colônia. Ao atirarem contra a base da PM, os criminosos atingiram na cabeça o cabo Zilesgue, que, mesmo levado para o pronto-socorro de Parelheiros, não resistiu. Segundo colegas do cabo, o policial iria se aposentar daqui a 4 meses. O Helicóptero Águia III da Polícia Militar foi acionado para dar apoio na perseguição aos criminosos, mas teve que retornar devido ao mau tempo. Vários carros da PM fizeram buscas pela região na tentativa de encontrar os criminosos, mas até as 4 horas da madrugada desta quarta-feira ninguém havia sido detido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.