Falta de incentivo ao esporte

A prefeitura de Guarulhos não incentiva os atletas da cidade. A equipe de tênis de mesa que representa o município é do clube Itaim Keiko, de São Paulo, e recebe verbas de Guarulhos. Há, na verdade, um clube filiado à Federação Paulista de Tênis de Mesa, como também um ex-campeão sul americano e treinadores. Alguns atletas com nível para representar o município foram para outras cidades, como Jundiaí, para participar dos torneios. O ideal seria a cidade ter centros de treinamento público para que os atletas não tivessem de pagar para treinar e, se isso não for possível, deveriam financiar um clube da própria cidade. NIVALDO ANTONIO SILVA GuarulhosA Secretaria de Esportes de Guarulhos informa ter publicado no Diário Oficial (6/2) chamamento público para estabelecer convênios para o desenvolvimento e aprimoramento do Desporto amador. O procedimento está de acordo com a Lei Federal n.º 8.666/93, tendo como vencedora a única agremiação a concorrer na modalidade tênis de mesa, a entidade Guaru Educação Social e Desporto, com sede em Guarulhos. A prefeitura nunca manteve relação jurídica ou institucional com o clube Itaim Keiko. Quanto aos espaços públicos, há o complexo Fioravante Iervolino, que está em reforma, incluindo o ginásio de tênis de mesa Eiichi Noda.O leitor contesta: O Estádio Fioravante Iervolino está desativado há mais de 5 anos e os materiais (mesas, redes, aparadores, etc.) ficaram abandonados e se deterioraram. A situação é vergonhosa. Os profissionais contratados pela prefeitura estão sem local para realizar os treinamentos. As cartas devem ser enviadas para spreclama.estado@grupoestado.com.br, pelo fax 3856-2940 ou para Av. Engenheiro Caetano Álvares, 55, 6.º andar, CEP 02598-900, com nome, endereço, RG e telefone, e podem ser resumidas. Cartas sem esses dados serão desconsideradas. Respostas não publicadas são enviadas diretamente aos leitores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.