Falta de oxigênio na água causa morte de peixes no Rio de Janeiro

Uma nova mortandade de peixes ocorreu hoje na Lagoa Rodrigo de Freitas, um dos cartões postais da zona sul do Rio. Os peixes mortos começaram a aparecer no início da tarde na área entre o heliponto e o Clube Naval, no Jardim Botânico. Segundo a Fundação Estadual de Engenharia e Meio Ambiente (Feema), a causa é falta de oxigênio provocada por um problema na circulação das águas, no caso, o fechamento, na semana passada, das comportas do canal na Rua General Garzon, também no Jardim Botânico. A Feema pediu a reabertura do canal à Superintendência Estadual de Rios e Lagoas (Serla). Não houve informações sobre a quantidade de peixes mortos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.