Família de preso viajava em carro da prefeitura

Um automóvel Gol da Prefeitura de Júlio Mesquita foi apreendido sábado pela Polícia Militar de Marília, quando trafegava na estrada vicinal do distrito de Padre Nóbrega, onde está localizada uma penitenciária, tendo as placas oficias cobertas por outras feitas artesanalmente.Parado em uma batida policial que buscava drogas entre visitantes de detentos, o motorista, Luiz Leite, disse que estava transportando familiares de um preso residentes em Júlio Mesquita, distante 40 quilômetros. Ele afirmou ainda que vem fazendo o serviço há quatro meses. Segundo o funcionário, as viagens são autorizadas pelo prefeito José Carlos Mira (PFL). A ocultação da placa tinha o objetivo de disfarçar o uso do veículo público em tarefa particular.O prefeito não foi encontrado para comentar o ocorrido e o vice disse que isso só pode ser explicado pelo próprio prefeito. Hoje, o caso será encaminhado ao 1º Distrito Policial de Marília, onde o motorista e o prefeito deverão responder por uso indevido do veículo oficial.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.