Divulgação
Divulgação

Família é encontrada morta junto a destroços de avião em MT

Monomotor, que desapareceu no sábado, 9 estava em mata extremamente fechada

O Estado de S.Paulo

13 de dezembro de 2017 | 12h42

Os corpos dos três ocupantes da aeronave prefixo PU-MMT, que estava desaparecida desde sábado, 9, foram encontrados pela Força Aérea Brasileira (FAB), por volta das 10h30 desta quarta-feira, 13, na região de Juruena, norte de Mato Grosso.

O monomotor pertence ao pecuarista Leandro Ferreira Pascoal, de 28 anos, e desapareceu quando voava entre Colniza e Juara, onde faria o pouso. Além dele, estavam na aeronave sua mulher, Francieli da Costa Resseto, e o filho do casal, Felipe, de um ano e sete meses.

Em nota, a FAB disse que após percorrer o trajeto de mata fechada, as equipes de resgate chegaram aos destroços da aeronave. Segundo o texto, os militares trabalham no resgate dos corpos.

De acordo com o Centro de Comunicação Social da Aeronáutica, paraquedistas especializados em resgate foram lançados numa área descampada, no ponto mais próximo do local, no início da noite dessa terça-feira,12. 

Entretanto, as condições meteorológicas adversas, as características da mata extremamente fechada e o pôr do sol impediram que os militares chegassem até o avião. 

A operação de resgate foi retomada na manhã desta quarta, mesmo com as condições meteorológicas desfavoráveis, e a FAB confirmou que os destroços da aeronave estavam próximo de um local conhecido como "Paredão".

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.