Família é feita refém no interior de SP

Um bandido foi preso e outros três conseguiram fugir após troca de tiros com policiais militares da 4ª Companhia do 19º Batalhão do Interior, em uma tentativa de assalto a uma chácara, por volta das 22h da noite desta segunda-feira, em Hortolândia, município vizinho a Campinas, a 100 km da capital paulista. A quadrilha, após render Cristiano de Paula Maquino, quando este dirigia seu Kadett branco, colocou a vítima no porta-malas do carro e disse ao rapaz que iria levá-lo até Hortolândia e o liberariam depois de assaltar uma chácara.Armados de pistola 380, revólver calibre 32 e uma espingarda calibre 12, os bandidos invadiram a chácara localizada na Rua 7, nº 60, no Recanto Colina Verde, próximo à Rodovia dos Bandeirantes. O dono do Kadett foi retirado do veículo e levado para o interior da casa, onde outras três pessoas, pai, mãe e filho já eram mantidos reféns por dois dos quatro criminosos. Vizinhos da chácara perceberam que a família estava sendo assaltada e acionaram a Polícia Militar. Os policiais chegaram até a propriedade rural e foram recebidos a tiros.Dos quatro assaltantes, três conseguiram fugir, a pé, mas Éverton Magalhães Coral, armado com o revólver, foi detido e levado ao 9º Distrito Policial de Campinas. Segundo a polícia, a quadrilha ficou por cerca de duas horas dentro da casa. Quando os policiais chegaram à chácara, os assaltantes estavam prontos para fugir em uma picape Ford Courier, que pertencia à família. Na picape havia uma secadora, um teclado, quatro malas de viagem, muita roupa, dinheiro e jóias.

Agencia Estado,

12 de novembro de 2002 | 05h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.