Familiares de integrante de grupo de pagode são libertados

Na noite de sexta-feira, na altura do quilômetro 34 da Rodovia Rio-Magé, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Marcos Vinícius Coelho da Silva e Camila Gabriele da Silva Henrique, sobrinhos de Sandro Coelho, vocalista do grupo de pagode Swing & Simpatia, foram liberados por um grupo de seqüestradores após ficarem 20 dias nas mãos dos bandidos.Marcos e Camila haviam sido seqüestrados no dia 3 deste mês na porta de uma escola na Vila Brasil, em Nova Iguaçu, região metropolitana do Rio. A intenção dos criminosos era arrancar R$ 2 milhões dos parentes das vítimas, mas com o passar das negociações, o valor baixou para R$ 30 mil. Segundo Sandro, o resgate seria pago nesta sexta-feira e polícia já estava ciente do seqüestro.O cantor acredita que os criminosos pensaram que estavam prestes a ser detidos e resolveram liberar os reféns. Assim que foram deixados na rodovia, Camila e Marcos ligaram para o cantor, que acionou agentes da Delegacia Anti-Seqüestro (DAS). A polícia informa que pelo menos cinco bandidos fazem parte da quadrilha. Três suspeitos foram detidos pelos policiais civis e só serão liberados depois de que a polícia tiver certeza de que eles não estão envolvidos no crime. As vítimas passam bem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.