Familiares de reféns de Bangu 3 reúnem-se com secretário

A rebelião de presos em Bangu 3 já dura 70 horas e ainda não há sinais de que esteja perto do fim. Ontem à noite, mais três reféns foram libertados - um enfermeiro, um operário e um agente. Agora pela manhã, parentes dos reféns devem se reunir com o secretário de Direitos Humanos, Jorge da Silva. Assim que os presos libertarem os funcionários que estão em seu poder, eles receberão uma refeição leve e serão encaminhados para o Hospital Penitenciário Amílcar Agostinho. Hoje, é grande o movimento de parentes à espera do fim da rebelião. Não há manifestação de mulheres de presos.Para ler mais sobre a rebelião em Bangu 3: » Rebelião em Bangu 3 entra no quarto dia » Rebelados de Bangu 3 estariam tentando cavar um túnel » No terceiro dia da rebelião, recomeçam as negociações » Mais um refém é libertado em Bangu 3 » Rebelados de Bangu 3 liberam apenas quatro reféns » Tensão cresce em Bangu. Reféns entram em desespero. » Situação em Bangu 3 é insuportável, dizem refém, pelo celular » Retomadas as negociações em Bangu 3 » Governo do Rio suspende negociações com presos de Bangu 3 » Presos não conseguirão fugir, diz secretário » Operadoras prometem bloquear celulares na área de Bangu

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.