Familiares de vítima do acidente da Gol ganham indenização

Justiça obriga empresa a pagar cerca de R$ 7 mil mensais a família de empresário; 154 pessoas morreram

Mônica Aquino, estadao.com.br

02 de abril de 2009 | 13h30

A Gol vai ter que pagar indenização de 15 salários mínimos a familiares de uma vítima do acidente com o voo 1907. A decisão, tomada pela 10ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, foi tomada na quarta-feira, 1º, e prevê R$ 7 mil à família de um empresário que morreu no acidente com o Boeing da empresa, que colidiu com um jato Legacy em 29 de setembro de 2006, matando os 154 ocupantes do avião.

 

Veja também

linkMP recorre da absolvição dos pilotos do Legacy por negligência

linkPara CPI, pilotos devem responder por crime doloso

linkPara diretor da ExcelAire, culpa é dos controladores

 Legacy minuto a minuto 

 O que diz o relatório da Aeronáutica sobre o acidente da Gol 

 Todas as notícias sobre o acidente da Gol      

 

O advogado Leonardo Amarante, que representa 55 famílias no caso, explica que a defesa pedia indenização de 35 salários mínimos. Para ele, a decisão "não é a ideal, não repõe as perdas, mas é um alento" à mulher que perdeu o marido. O casal tem dois filhos.

 

A intenção da defesa não é recorrer da decisão, de acordo com Amarante. O advogado explica que uma revisão dos valores pode ser feita, já que a vítima tinha ganhos variáveis. Pelo menos 45 famílias representadas por ele já conseguiram acordos com a empresa ou antecipação de indenização.

Tudo o que sabemos sobre:
acidente da Golvôo 1907

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.