Farmácia que vendia remédios do SUS é interditada no Paraná

Medicamentos apreendidos podem ter sido adquiridos pelo Consórcio Paraná Saúde

Central de Notícias,

28 Setembro 2011 | 18h17

SÃO PAULO - Uma farmácia que vendia medicamentos do Sistema Único de Saúde (SUS) em Bandeirantes, no norte do Paraná, foi interditada pela Vigilância Sanitária Estadual nesta quarta-feira, 28. Na terça-feira, a Polícia Federal havia apreendido medicamentos de venda proibida no local.

A investigação foi iniciada a partir de uma denúncia. Um morador comprou o remédio e percebeu que na cartela estava escrito "Proibida a venda ao comércio". A denúncia foi enviada por e-mail junto com a nota fiscal do medicamento. O caso será apurado e se for comprovada a responsabilidade do estabelecimento, poderá haver a cassação definitiva da licença sanitária.

De acordo com a investigação, os lotes apreendidos coincidem com os adquiridos através de licitação pelo Consórcio Paraná Saúde. O consórcio faz a compra destes medicamentos e distribui para as regionais e municípios. A Polícia Federal ainda investiga onde ocorreu o desvio do medicamento e se o responsável trabalha na regional de saúde ou na Prefeitura de Bandeirantes.

O farmacêutico responsável pela venda pode responder pelo crime de receptor qualificado, com pena de 3 a 8 anos de prisão. O dono da farmácia também será interrogado pela Polícia Federal.

Mais conteúdo sobre:
Paraná Saúde SUS remédio Bandeirantes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.