Fashion Rio apresenta primavera-verão 2009

Sem Gisele Bündchen e grifes importantes, semana de moda começa hoje na Marina da Glória

Fabiana Cimieri, O Estadao de S.Paulo

07 de junho de 2008 | 00h00

As tendências para a primavera-verão 2009 começam a ser apresentadas hoje, durante os sete dias do Fashion Rio, na Marina da Glória. A semana de estilo carioca começa esvaziada pela ausência de sua principal estrela nos últimos anos, Gisele Bündchen, que desfila pela Colcci no São Paulo Fashion Week, e de grifes importantes, como a Blue Man, de moda praia, e a Reserva, revelação de moda masculina. Mas no vaivém das passarelas, o Fashion Rio comemora a volta do estilista Carlos Tufvesson, que, depois de quatro anos desfilando na capital paulista, decidiu voltar às origens. "O Rio é a segunda maior praça comercial no Brasil, não vejo sentido nessa rixa entre as semanas de moda. Dependendo da estratégia comercial, as coleções são mostradas no Rio ou em São Paulo. Esta minha coleção é dedicada ao Rio, minha loja é aqui, então faz todo sentido mostrá-la aqui", justificou o estilista. Em relação às tendências da próxima estação, Tufvesson acredita que a moda não é mais feita de tendências e que há bastante espaço para o estilista criar. A sua aposta são na cartela de cores e tecidos orgânicos e nas formas fluidas e repletas de movimentos. A organizadora do Fashion Rio, Eloysa Simão, da Dupla Assessoria, garante que, apesar das perdas, o evento continuará a ter o glamour de sempre. "Claro que Gisele é uma celebridade e o bochincho é maravilhoso, mas vamos ter isso de qualquer maneira." Serão 54 grifes, que desfilarão entre os dias 7 e 13 de junho. O tema da 13ª edição do Fashion Rio é "Repensar, reciclar, renovar". O desfile de abertura será feito pela grife infantil, Lilica Ripilica, patrocinadora do evento. CONTAINEREm seguida, será a vez da estreante Luana Jardim, de apenas 22 anos. Ela apresentará sua coleção de formatura, com roupas feitas em E.V.A. e aplicações de minérios. Os looks lembram armaduras e serão apresentados nos contêineres espalhados pela Marina da Glória. Uma das principais novidades, o Fashion Container é um projeto que segue a tendência mundial de usar essas estruturas metálicas na arte, design e arquitetura. A expectativa de faturamento do Fashion Business é de R$ 435 milhões, um aumento de 5% em relação à edição primavera-verão do ano passado.O evento trará 135 compradores de todo o Brasil e 35 internacionais, para conhecer o trabalho de mais de 90 expositores.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.