Fazenda projeta prejuízos na arrecadação em Santa Catarina

O Estado arrecada em média R$ 700 milhões por mês dos municípios atingidos pelas chuvas no Estado

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

30 Novembro 2008 | 17h43

A Secretaria da Fazenda de Santa Catarina projeta perdas significativas na arrecadação dos municípios mais atingidos pelas chuvas e deslizamentos no Estado. O Estado arrecada em média R$ 700 milhões por mês.  Veja também:Saiba como ajudar as vítimas da chuvaIML divulga lista de vítimas identificadas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina Blog: envie seu relato sobre as chuvas Blog Ilha do sem Blumenau Blog Desabrigados Itajaí Blog Arca de Noé Veja galeria de fotos dos estragos em SC  Tudo sobre as vítimas das chuvas   Segundo o secretário Sérgio Alves, a diminuição mensal será de aproximadamente R$ 100 milhões pelo menos até março, nos municípios do Vale do Itajaí, Joinville e Jaraguá do Sul, que juntos representam cerca de 40% da arrecadação estadual de ICMS, o que corresponde a cerca de R$ 280 milhões ao mês. Para Blumenau, especificamente, são projetadas perdas de 10% já na arrecadação de novembro, por conta da paralisação de grandes indústrias. Esta semana o secretário enviou um pedido ao Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz) para que autorize a isenção de ICMS sobre as doações de empresas ao Estado. Os itens que constam da proposta são alimentos, roupas, calçados, colchões, travesseiros, roupas de cama, medicamentos e água. A equipe da Fazenda estuda agora a logística para as isenções sobre as doações, que deverão ser encaminhadas a postos específicos de recolhimento. A princípio os postos serão as Secretarias Regionais de Desenvolvimento (SDR) de Blumenau, Brusque, Itajaí, Timbó, Joinville e Jaraguá do Sul, além de unidades da polícia militar em Florianópolis.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.