Fazendeiro é morto a tiros na frente da mulher

O fazendeiro José Alberto Ferraço, de 52 anos, foi assassinado com seis tiros, anteontem à noite, em Cachoeiro de Itapemirim (ES) por dois pistoleiros que estavam em uma motocicleta. A vítima estava sentada na porta de sua residência acompanhada da mulher e de uma vizinha e não teve tempo de esboçar qualquer reação. A polícia capixaba abriu inquérito, mas ainda não tem pista dos assassinos. Ferraço tinha problemas com a Justiça. Eraacusado de homicídios no Espírito Santo e em Paragominas, no leste do Pará, onde denunciou em abril do ano passado oenvolvimento de policiais militares com um grupo de extermínio. Por conta da denúncia, o comandante do 19º Batalhão da Polícia Militar em Paragominas, major Éder Ribeiro da Silva, foiremovido daquela cidade pelo comando-geral da PM. Ferraço tinha muitos inimigos e ultimamente vinha recebendo ameaças de morte, que ele dizia partirem do Pará. Ele envioucarta ao ministro da Justiça, Márcio Thomaz Bastos e ao presidente do Senado, José Sarney, pedindo garantias de vida. Sarney respondeu a Ferraço que estava tomando providências.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.