Fazendeiro é morto a tiros próximo em Bauru, interior de SP

O advogado e fazendeiro José Roberto Figueiredo Pereira Cassiano, de 64 anos, foi morto a tiros na tarde de segunda-feira, 5, no momento que seguia para sua propriedade, a Fazenda Água Parada, no bairro de Santa Maria, zona rural da cidade de Bauru, no interior de São Paulo.Ocupando uma picape Chevrolet S-10, a vítima, que morava na capital paulista, foi abordada por bandidos numa estrada que liga a Rodovia Marechal Rondon, na altura do Km 353, até sua fazenda. Quando passava ao lado do Sítio Reunidas, Cassiano foi alvo de bandidos e tentou fugir, mas seu carro foi atingido por seis tiros de pistola calibre 9mm, de uso exclusivo das Forças Armadas.Um dos disparos atravessou o vidro traseiro da picape e atingiu a nuca da vítima, que perdeu o controle da picape, invadiu um matagal e bateu contra uma árvore. Cápsulas de pistolas foram encontradas a 60 metros do local onde o carro parou. Segundo o oficial Valter Luis Sales Gonçalves, comandante da 4ª Companhia do 4º Batalhão, duas horas antes de ser assassinado, o fazendeiro ligou para um de seus capatazes dizendo que estaria a caminho da fazenda levando o dinheiro para pagar os funcionários.Cassiano sempre carregava o dinheiro em uma maleta preta, que não foi encontrada dentro do carro, o que leva a polícia a acreditar que os autores dos disparos levaram o dinheiro da vítima, caracterizando crime de latrocínio - roubo seguido de morte. Moradores da região encontraram o carro e a vítima e ligaram para a Polícia Militar, mas não há testemunhas do crime, que foi registrado no 2º Distrito Policial de Bauru.A vítima, segundo familiares, já havia viajado outras vezes para Bauru de ônibus e até tinha contratado guarda-costas, mas estava sozinha no momento do crime.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.