Fazendeiro é suspeito de roubo de gado

Um fazendeiro de Santa Rosa de Viterbo (SP) está sendo investigado como suspeito de comandar uma quadrilha de roubo de gado na região de Ribeirão Preto, no interior paulista. Segundo o delegado Adalberto Gonini Júnior 733 cabeças de gado foram apreendidas em três fazendas do fazendeiro, que não apresentou notas fiscais para explicar as origens dos animais.O delegado suspeita que ele, que não teve o nome divulgado, integre uma quadrilha formada por cinco pessoas. As investigações começaram em julho, após a apreensão de 22 cabeças roubadas em Cajuru e Santa Rosa de Viterbo. A polícia trabalha com a hipótese de que o gado roubado seja destinado ao abate clandestino.

Agencia Estado,

08 de agosto de 2002 | 18h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.