Fazendeiros usam rádio ligado à polícia para evitar assalto

Fazendeiros da zona rural de Dourados, na região de São Carlos, interior de São Paulo, estão usando rádios comunicadores diretamente ligados à PM para se prevenir contra assaltos. Essa é uma estratégia da Polícia Militar Comunitária Rural para tentar conter a violência na região. Atualmente, 56 propriedades contam com o aparelho, que é utilizado toda vez que algo suspeito é detectado. Para garantir a segurança, todas as conversas são gravadas. Cada equipamento custa R$ 1 mil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.