Febem de Franco da Rocha tem nova rebelião

Adolescentes da Unidade de Internação 21 da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (Febem), no complexo de Franco da Rocha, na Grande São Paulo, iniciaram por volta das 18 horas uma rebelião e mantiveram reféns por mais de 2 horas oito funcionários. Um dos reféns foi agredido com uma paulada na cabeça, o que provocou um hematoma. O funcionário foi atendido na enfermaria da própria unidade.O motim envolveu a maioria dos 94 internos. Começou depois que um grupo decidiu fazer uma reivindicação ao diretor da unidade, que não se encontrava no local. A assessoria de imprensa da Febem não divulgou qual seria a reivindicação. Os adolescentes ficaram irritados com a ausência do diretor e se rebelaram. A situação está sob controle, mas diretores da instituição ainda negociam para que retornem aos dormitórios. A unidade 21 abriga adolescentes com idades entre 14 e 16 anos, reincidentes considerados médios. A capacidade é de 80 internos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.