Febem diz que Champinha está isolado de outros internos

A assessoria de imprensa da Fundação Estadual do Bem-Estar do Menor (Febem) divulgou nesta segunda-feira a seguinte nota sobre a reportagem "Champinha; o retrato do mal", publicada no no Jornal da Tarde. Leia a íntegra da nota da Febem:Em resposta à reportagem publicada por este jornal, no último dia 24/07, com o título "Champinha; o retrato do mal", gostaríamos de deixar claro que toda a história narrada não passa de mentiras e divagações de alguém que, com certeza, tem interesses escusos para relatar fatos totalmente inverossímeis.Aproveitamos para informar que o adolescente R.A.A .C. não está cumprindo a sua medida socioeducativa junto aos demais adolescentes, já que isso colocaria a vida do mesmo em risco, uma vez que todas as informações do caso Liana Friedenbach e Felipe Caffé chegaram aos jovens pelo noticiário de rádio, televisão e através dos parentes em dias de visita.A Febem tem a obrigação de zelar pela vida do jovem colocado sob sua guarda e, por isso, este adolescente específico está sendo mantido em um quarto isolado dos demais. Mesmo estando sozinho ele recebe atendimento técnico, participa de atividades educacionais e pedagógicas, além de ter acesso a jogos e à televisão.Portanto, não é verdade que ele é um líder dentro da unidade, não é verdade que ele incita rebeliões, como está retratado nesta reportagem, e muito menos é obedecido pelos demais colegas. Ressaltamos que ela está separado, exatamente para não ser morto, uma vez que ele não é aceito pelos demais.A fundação, por sua vez, aguarda decisão da justiça quanto a situação deste jovem. Enquanto isso, mantém a rotina de enviar trimestralmente o relatório da progressão do adolescente ao Deij - DEPARTAMENTO DE EXECUÇÕES DA INFÂNCIA E DA JUVENTUDE DA CAPITAL.Febem

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.