Febem transfere menores da unidade do Brás, em SP

A Fundação do Bem Estar do Menor (Febem) inicia hoje a transferência de internos da Unidade de Atendimento Inicial (UAI) no Brás, na Rua Domingos Paiva, 618, zona Leste de São Paulo. A remoção, que se estenderá até a próxima sexta-feira, é em atendimento à determinação do Ministério Público, cujos promotores constataram superlotação naquela unidade. A UAI do Brás é considerada a ´porta de entrada´ da Febem, ou seja, os menores apanhados em flagrante delito nas ruas são encaminhados inicialmente para lá. Depois da triagem, os infratores acabam sendo transferidos para as unidades de internamento da Febem.Conforme a assessoria de imprensa da entidade, 290 menores serão removidos de forma emergencial para atender à exigência do Ministério Público, que deu prazo de 90 dias para que a Febem resolvesse a situação. Desta forma, segundo a assessoria, os internos ficarão provisoriamente instalados em todas as unidades do órgão até que seja encontrada uma solução definitiva para o problema. Nesta terça-feira, um grupo de internos será levado para cada unidade da Febem existente na capital paulista. Outros 100 menores vão ser levados para o interior do Estado. O destino dos adolescentes não será informado por questões de segurança e por ordem do Ministério Público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.