Fechado outro acordo de indenização do acidente do Metrô

O secretário do Estado da Justiça, Luiz Antônio Marrey, anunciou nesta terça-feira, 13, que o Consórcio Via Amarela chegou a um acordo com os inquilinos de uma residência na região do desabamento das obras da Linha 4-Amarela do Metrô. Com isso, chega a oito o número de acordos fechados desde a semana passada. Inquilinos dos imóveis se reuniram às 9 horas desta terça-feira com representantes do consórcio e integrantes da Defensoria Pública para fechar acordos de indenização. Segundo o secretário, reuniões individuais aconteceriam durante todo o dia. Segundo reportagem do jornal SPTV, da TV Globo, os inquilinos negociam acordos por danos morais, danos materiais e, para as vítimas que tiveram atividades econômicas prejudicadas pelo acidente, o lucro cessante. Na última semana, não houve acerto em dois casos - em um deles, o Consórcio questionou o laudo apresentado pelas vítimas e propôs uma nova vistoria no imóvel; no outro, a família alegou problemas pessoais e não compareceu ao encontro. Uma reunião está marcada para quarta-feira, 14, para tentar definir o critério das indenizações dos proprietários de imóveis na região. O secretário afirmou também que existe a expectativa de que um acordo de indenização com a família de uma vítima morta no acidente seja fechado ainda nesta terça-feira. Até agora, apenas os parentes da bacharel em Direito Valéria Marmit acertaram valores de indenização com o Consórcio.

Agencia Estado,

13 Fevereiro 2007 | 17h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.