Feira estimula uso de tecnologia em escolas

Estabelecimentos de ensino de todo o País têm encontrado na tecnologia uma forma eficiente de conquistar um número cada vez maior de alunos e sobreviver à forte concorrência do setor. Computadores, softwares e equipamentos de última geração utilizados nessa disputa de mercado são algumas das atrações da Educar 2001 ? 8.ª Feira Internacional de Educação, que será realizada simultaneamente com o Educador 2001 ? 8.º Congresso Internacional de Educação, de 2 a 5 de maio, no Expo Center Norte, em São Paulo.Para o presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino no Estado de São Paulo (Siesp), José Augusto Lourenço, o investimento em qualidade de serviços é fundamental para a sobrevivência das escolas e universidades. ?A concorrência é muito grande?, avalia. De acordo com dados do Sieesp, são cerca de 10 mil instituições de ensino somente no Estado de São Paulo.Nesse quadro, Lourenço acredita que a implementação de modernas salas de informática, laboratórios e auditórios podem ser um diferencial importante entre as escolas. ?A demanda de alunos na rede particular é menor que a oferta de vagas, e quem oferecer mais qualidade acaba levando vantagem.?Apostando na tecnologia como arma fundamental na disputa por alunos, a fabricante de equipamentos para laboratórios Cidepe vai mostrar algumas novidades durante a Educar 2001. Segundo o diretor-presidente da empresa, Luiz Antônio Ramos, são produtos nas áreas de física, química, biologia e fisiologia, fabricados especialmente para universidades e escolas de ensino fundamental e médio.?A instituição que não estiver bem aparelhada, com equipamentos que acompanhem a realidade do mercado de trabalho, fatalmente vai desaparecer?, diz Ramos. Por isso, ele aconselha os compradores a procurar produtos que possibilitem atualizações constantes. ?Nesse segmento, as novidades surgem mensalmente, mas nem sempre é necessário substituir todo o laboratório?, explica.Empresas fabricantes de softwares também estarão lançando produtos durante o evento. A Microsoft vai mostrar o Office XP. Segundo a gerente de Mercado Educacional, Márcia Teixeira, a nova versão do aplicativo vai permitir mais facilidades na publicação de informações na Internet e no compartilhamento de arquivos.Durante a feira, a empresa vai promover apresentações diárias em seu estande, com explicações dirigidas para os profissionais da área de educação. ?Queremos conscientizar os professores que o software é uma ferramenta muito importante na elaboração de projetos?, diz Márcia.Mesmo com os constantes avanços na produção tecnológica e no ensino à distância, as editoras que comercializam os tradicionais livros feitos de papel continuam apostando na expansão do mercado. ?O livro faz parte de uma cultura milenar e nunca vai desaparecer?, garante o diretor de Livraria da Editora Cortêz, Ednilson Gomes. Segundo ele, a empresa vai apresentar durante o evento os principais lançamentos do mercado editorial e de vídeos educativos.No segmento de sistemas educacionais, o Etapa vai mostrar um método em pequenas exibições realizadas numa minissala de aula. ?Vamos demonstrar como funciona nossa filosofia de ensino e os resultados comprovados ao longo dos últimos anos?, explica a coordenadora Beatriz Saldanha.Ainda haverá espaço para os fabricante de móveis e materiais. A Ação Móveis vai lançar uma nova linha de cadeiras universitárias estofadas. ?É uma tendência oferecer cada vez mais conforto para o aluno?, afirma a gerente comercial Michele Castilho.Educador - O Congresso Internacional de Educação vai reunir professores de todo o País com o objetivo de debater assuntos como projetos pedagógicos, tecnologia e perspectivas para o setor. A programação inclui mais de 120 atividades entre palestras, mesa-redondas e oficinas.A Educar 2001 e o Educador 2001 serão organizados pela Promofair Eventos Comerciais, que espera 32 mil visitantes para os dois eventos.Promofair: (13) 3289-6001.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.