Feriado de Corpus Christi reúne fiéis em todo o País

Cerca de 100 mil pessoas acompanharam hoje a procissão de Corpus Christi no Centro do Rio, segundo estimativas da igreja. Os fiéis saíram por volta das 17h da Igreja da Candelária e percorreram a Avenida Rio Branco, em direção à Catedral Metropolitana de São Sebastião, na Avenida Chile. No percurso, entoaram cânticos religiosos e fizeram orações. No fim da procissão, o cardeal arcebispo do Rio, Dom Eusébio Oscar Scheid, celebrou uma missa em frente à Catedral.No Maracanã, outras centenas de fiéis comemoraram a data em um evento evangélico promovido pela Igreja Internacional da Graça. As caravanas de ônibus, que vinham de todo o Estado do Rio e de Estados vizinhos, provocaram engarrafamentos nas imediações do estádio.Na Praia de Abricó, reduto naturista na Zona Oeste do Rio, a data foi celebrada com a realização do 2º Encontro Nacional de Naturistas Cristãos, onde os adeptos da nudez social participaram de debates, fizeram orações e promoveram um almoço de confraternização.Agasalhos e comidaEm Guararapes, no interior do estado de São Paulo, em lugar de tampinhas, pó-de-serra, palha de arroz e cal, os moradores utilizaram alimentos e agasalhos para enfeitar as ruas. Foram recolhidas três toneladas de agasalhos e milhares de peças de roupas que enfeitaram as ruas da cidade. Três mil pessoas passaram ao lado de sacos de arroz, de feijão e de macarrão, além de calças, camisas e blusas, na procissão de Corpus Christi.A Procissão da Caridade enfeitou com alimentos e agasalhos cerca de 2 quilômetros de ruas localizadas entre a capela de São Vicente e a Igreja da paróquia São Pedro Apóstolo. Durante todo o dia, os fiéis levaram alimentos e agasalhos para enfeitar as ruas, atendendo pedido feito pelos padres durante as últimas cinco missas. "Foi uma maravilha", festejava o padre "Miro", como é conhecido na cidade de 30 mil habitantes. Os alimentos e agasalhos eram recolhidos assim que a procissão passava.O caminho foi percorrido pelos fiéis em cerca de uma hora. As doações serão distribuídas para cerca de 200 famílias cadastradas pela Pastoral da Família. O total da doação vai dar para sustentar essas famílias por três meses, segundo o padre Miro. "Pensamos em poder ajudar os carentes e fazer a população demonstrar seu sentimento de caridade. E conseguimos", declarou o padre.Festas no litoralO feriado de Corpus Christi não é apenas dia de descanso, pelo menos, para centenas de católicos das cidades da região, que enfeitam as ruas com tapetes com figuras decorativas, símbolos da Igreja. Em Praia Grande, as avenidas Costa e Silva e Castelo Branco foram parcialmente interditadas, na madrugada de terça-feira, para que 500 pessoas de escolas municipais, estaduais e particulares, além das pastorais da Igreja de Santo Antônio, pudessem se revezar e confeccionar os 200 metros entre tapetes e quadros decorativos. Foram utilizados 4 mil sacos de serragens coloridas, palhas de arroz e areia.Em Guarujá, os fiéis enfeitaram todas as ruas, ao redor da igreja Nossa Senhora de Fátima, no Centro.Vinte e cinco escolas estaduais e municipais, além de entidades da cidade, participaram dos trabalhos. Já em Santos, a Igreja de Nossa Senhora Aparecida, no bairro da Aparecida, é que realiza essa festa. Pessoas da comunidade começaram a fazer os tapetes, ontem, pela manhã, aguardando a missa, que ocorreu à noite.

Agencia Estado,

10 de junho de 2004 | 18h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.