Feriado deve movimentar rodovias paulistas

As rodovias paulistas em direção ao litoral e interior do Estado devem ter intenso movimento de veículos a partir desta quinta-feira, 13, por causa do feriado da Semana Santa. Até 360 mil veículos devem descer em direção ao litoral sul de São Paulo pelo sistema Anchieta-Imigrantes no feriado. Na quinta, a partir das 15 horas, a Ecovias, concessionária que administra as duas rodovias, irá implantar a Operação Descida 7x3, em que os veículos com direção ao litoral poderão utilizar as duas pistas da Via Anchieta e a pista Sul da Rodovia dos Imigrantes. A subida será feita pela pista norte da Imigrantes. A operação 7X3 se estenderá até às 2 horas da madrugada de sexta-feira, dia 14, e volta ser implantada no mesmo dia, das 7 às 16 horas. De acordo com a Ecovias, a previsão é de que o tráfego se intensifique a partir das 17 horas de quinta-feira até as 2 horas de sexta-feira, 14. Já no domingo, 16, o tráfego no sentido capital será mais intenso depois das 11 horas, quando a concessionária implanta a Operação Subida. No sábado, o Sistema Anchieta-Imigrantes funcionará no esquema normal (5x5), com descida pelas pistas sul da Imigrantes e da Anchieta e descida pelas pistas norte das duas rodovias. No domingo, a Operação Subida (2x8) será implantada ainda no período da manhã, a partir das 11 horas, e se estenderá até às 2 horas da madrugada de segunda-feira, 17. Os motoristas que saem da Baixada Santista terão as pistas norte e sul da Imigrantes e a pista norte da Anchieta operando com destino à capital.Anhangüera e BandeirantesA concessionária Autoban, que administra as rodovias Anhangüera e Bandeirantes, estima que cerca de 510 mil veículos passem pelas praças de pedágios entre a zero hora de quinta-feira e a meia-noite de domingo.Em direção ao interior paulista, os motoristas devem evitar os horários entre 17 e 20 horas da quinta-feira, e das 9 às 12 horas da sexta-feira. Para o retorno à capital, a maior concentração de veículos está prevista para o horário entre 15 e 22 horas de domingo. Na quinta, sexta e no domingo serão suspensas as obras em execução no sistema Anhangüera-Bandeirantes que causam interferência no tráfego. No domingo, das 14 às 22 horas, os caminhões que se destinam à capital pela Rodovia dos Bandeirantes deverão utilizar a Rodovia Anhangüera no trecho do quilômetro 47 ao 23, entre Jundiaí e São Paulo, acessando a rodovia pela saída 48 da Bandeirantes.Via DutraCerca de 180 mil veículos devem deixar São Paulo pela Rodovia Presidente Dutra entre a zero hora de quinta-feira e a meia-noite de sexta-feira.De acordo com informações da concessionária Novadutra, o tráfego deverá se intensificar entre as 16 e 20 horas da quinta-feira e das 7 às 10 horas da sexta-feira. No domingo de Páscoa, o motorista deverá enfrentar tráfego intenso na rodovia entre as 16 e 20 horas. Operação PáscoaO Departamento de Estradas de Rodagem (DER) e a Dersa Desenvolvimento Rodoviário S/A iniciam na quinta-feira a Operação Páscoa 2006 nas rodovias paulistas. O esquema, que se estende até domingo, envolverá principalmente as rodovias que dão acesso ao litoral norte: Ayrton Senna/Carvalho Pinto (SP-70), Tamoios (SP-99), Mogi-Bertioga (SP-98), D. Pedro I (SP-65), Oswaldo Cruz (SP-125) e Rodovia Litorânea (SP-55).A previsão é de que o movimento se intensifique entre 14 e 23 horas da quinta-feira e entre 6 e 14 horas da sexta-feira. No retorno, os motoristas devem evitar as rodovias entre 13 e 23 horas do domingo e das 6 às 12 horas na segunda-feira. Travessias LitorâneasMais de 200 mil veículos devem utilizar as travessias litorâneas sob a jurisdição da Dersa neste feriado. Os horários de maior movimento são entre 9 e 13 horas e entre 17 e 20 horas, com uma espera aproximada de 40 minutos.Na ligação Santos/Guarujá sete embarcações estarão à disposição dos 160 mil veículos que deverão circular nos dois sentidos da travessia. Em São Sebastião/Ilhabela cinco balsas farão o transporte dos 29 mil veículos que são aguardados nos dois sentidos da ligação. Para a travessia Guarujá/Bertioga são esperados cerca de 6 mil veículos, que poderão contar com duas balsas. Já na travessia de Iguape/Juréia o movimento esperado é de 2.200 veículos que serão transportados em duas embarcações. Em Cananéia/Ilha Comprida a estimativa é de 2.700 veículos e duas embarcações. Em Cananéia/Continente a previsão é de movimento de 2 mil veículos que serão transportados em uma balsa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.