Feriado escapa do caos, com 4,8% dos vôos em atraso

Os passageiros que precisaram viajar neste feriado de Sexta-Feira Santa, 6, não enfrentaram transtornos nos aeroportos do País. Até as 20 horas, 73 vôos sofreram atrasos superiores a uma hora, o equivalente a 4,8% do total, e 124 foram cancelados (8,1%), segundo a Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero). Os dados são referentes às 1.528 operações de 14 aeroportos do País. No Aeroporto Internacional de São Paulo, em Cumbica, as operações ocorreram sem muitos problemas. Lá, de 158 vôos, 12 atrasaram e 16 foram cancelados. No Aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital, a situação foi ainda mais tranqüila: houve três atrasos e três cancelamentos entre os 263 vôos. Em Brasília, o Aeroporto Presidente Juscelino Kubitschek apresentou sete atrasos e cinco cancelamentos, de 88 partidas e decolagens. No Aeroporto Antonio Carlos Jobim, no Rio de Janeiro, onde havia 140 vôos programados, foram registrados dois atrasos e nenhum vôo cancelado. Com 23 operações, o Aeroporto de Goiânia, em Goiás, teve um bom movimento, sem vôos fora do horário programados e cancelamentos. O Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, ficou com o índice de atrasos mais alto desta sexta: 11,4%, devido a cinco atrasos em 44 vôos.

Agencia Estado,

06 Abril 2007 | 21h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.