Feriado: número de mortes em acidentes nas estradas federais cresce 76%

Durante a Operação Padroeira, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) registrou em todo o Brasil 1.290 acidentes que causaram a morte de 79 pessoas e deixaram 860 feridas, entre a zero hora de quinta-feira, 12, e à meia-noite de domingo, 15. De acordo com o Departamento Nacional da Polícia Rodoviária, o número de mortes em acidentes nas estradas neste feriado de Nossa Senhora Aparecida, superou em 76% em relação ao feriado da Independência, em 7 de setembro, quando foram registrados 45 casos. Foram 1.012 acidentes e 573 feridos. Conforme a PRF, não há comparativo com o mesmo período do ano passado porque em 2005 o feriado da Padroeira caiu numa quarta-feira e não houve operação especial nas estradas.Minas Gerais foi o estado com maior número de ocorrências, com 253 acidentes, 140 feridos e 23 mortos. Em seguida ficou Santa Catarina com 181 acidentes, 130 feridos e 6 mortes; São Paulo com 118 acidentes, 85 feridos e 3 mortes; Rio de Janeiro com 97 acidentes, 41 feridos e 3 mortes, e Rio Grande do Sul com 90 acidentes, 49 feridos e 2 mortes. A Polícia Rodoviária também fiscalizou 83.807 veículos e autuou 15.672 por diversas infrações ao Código de Trânsito Brasileiro. Também foram retidos 1.277 veículos e 244 carteiras de habilitação foram recolhidas. DutraO número de acidentes na Rodovia Presidente Dutra durante o feriado prolongado diminuiu, segundo balanço divulgado nesta segunda pela NovaDutra, concessionária que administra a rodovia, em comparação com o feriado de 7 de Setembro. Foram registrados 121 acidentes, que resultaram em 87 feridos e dois mortos. No feriado da Independência, foram registrados 129 acidentes, com 90 feridos e duas mortes.Rodovias paulistasDurante o feriado prolongado, 32 pessoas morreram nas estradas estaduais, segundo balanço da Polícia Rodoviária de São Paulo, divulgado nesta segunda-feira.No total foram 588 vítimas em 908 acidentes em 2006, contra 798 vítimas em 1209 acidentes em 2004. Os dados do relatório apontam uma queda de 26,32% no total de vítimas de acidentes nas rodovias estaduais, entre os dias 11 e 15 de outubro de 2006, em comparação com mesmo período de 2004, tendo em vista que no mesmo período no ano de 2005 não houve feriado prolongado. Das 588 pessoas vitimadas, 432 sofreram ferimentos leves, 124 se feriram gravemente e 32 morreram. Apesar do aumento de 10,34% no número de vítimas fatais, o balanço é considerado positivo. Além da redução do número total de vítimas, o número de acidentes também caiu em 24,90%. Durante o feriado prolongado, a Polícia Rodoviária Estadual apreendeu 15,549 quilos de entorpecentes, além de prender 25 pessoas.AutobanCerca de 600 mil veículos passaram pelos pedágios do Sistema Anhanguera-Bandeirantes, em ambos os sentidos. De acordo com balanço divulgado nesta segunda, pela Autoban, concessionária que administra o sistema, foram registrados 55 acidentes, com 24 feridos. Não houve registro de vítima fatal.Viaoeste Cerca de 400 mil veículos passaram pelas rodovias Castelo Branco e Raposo Tavares neste feriado. Segundo balanço da concessionária Viaoeste, foram registrados 20 acidentes, resultando em 19 vítimas leves e 3 graves. Nenhuma morte foi registrada nesses dias. Matéria atualizada às 14h45 para acréscimo de informações e correção dos números da PRF

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.