Ferimentos de meninos espancados por babá surpreendem enfermeira

A auxiliar de enfermagem do Centro de Referência e Emergência e Internação (Crei), Jenifer Souza fez os curativos nos dois meninos que foram espancados pela babá em São Vicente, litoral paulista. As crianças foram atendidas logo quando chegaram ao hospital, trazidas por uma viatura da polícia. "A cabeça do menino mais novo sangrava muito, e o rosto tinha marcas de mordidas, muito fortes. O maior também tinha mordidas que chegaram a arrancar a pele. Sem dúvida foi uma agressão grave". As crianças fizeram exame de corpo delito no Instituto Médico Legal (IML). A babá Luciana Santos Pereira, de 21 anos, foi presa em flagrante por espancar os dois meninos, de 3 e 4 anos de idade. A mãe das crianças, Suzana Pereira Santos, chegou mais cedo do trabalho nesta terça-feira e foi alertada pelos vizinhos de que seus filhos estavam apanhando da babá. Ao chegar em casa, ela encontrou a babá espancando as crianças. As crianças ficaram com ferimentos por todo o corpo e apresentavam lesões, escoriações, mordidas e sangramento no couro cabeludo. A babá morava e trabalhava na casa das vítimas há um mês. Ela foi encaminhada para a cadeia feminina de São Vicente.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.