Fernandinho Beira-Mar chega à carceragem da PF em Brasília

O traficante Fernandinho Beira-Mar chegou a Brasília às 14 horas desta sexta-feira, dia 24, vindo de Maceió, num avião modelo Caravan da Polícia Federal, e deverá ficar preso por cerca de três meses na carceragem da Superintendência da PF na capital federal. Do aeroporto até a Superintendência, Beira-Mar foi escoltado por um comboio de cinco carros ocupados por 16 policiais federais de Brasília, além dos sete que o escoltaram a partir da capital alagoana. De Brasília, Beira-Mar provavelmente será transferido quando for concluída a primeira prisão federal de segurança máxima. A previsão da PF é que a primeira dessas unidades seja concluída em junho, em Campo Grande, Mato Grosso do Sul. Se isso não ocorrer, é possível que ele seja transferido para outro presídio, dentro da política de não mantê-lo na mesma cidade por períodos superiores a três meses. Foi montado um esquema especial em torno da carceragem da PF em Brasília, que será mantido enquanto o traficante estiver preso nesta capital. Beira-Mar cumpre pena por tráfico de drogas, homicídio e outros crimes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.