Festa de Corpus Christi em Caçapava tem 40 anos de tradição

Foram mais de 80 toneladas de areia tingida para enfeitar três quilômetros de extensão das ruas de Caçapava, no Vale do Paraíba. A cidade é uma das poucas que mantêm a tradição da decoração das ruas no dia de Corpus Christi celebrado pela Igreja Católica. Como acontece há 40 anos, os desenhos nas ruas começaram a ser feitos ainda na noite de quarta-feira e muita gente deixou de dormir para confeccionar os trabalhos. Cerca de 1.500 pessoas passaram a madrugada na rua montando os tapetes feitos com areia, madeira, tampinhas de garrafa encapadas e até macarrão tingido. O trabalho voluntário reuniu também crianças e idosos. Os irmãos Marcelo e Viviane de Souza participam da festa há mais de cinco anos e afirmaram que mais uma vez todo esforço de separar o material e montar os tapetes foi gratificante. "Foram mais de doze horas agachado, com as mãos na areia para que tudo fique bonito", afirmou o voluntário. A estudante Viviane afirmou que passar a noite acordado vale a pena porque tudo é feito pela fé em Deus. "Para Deus, vale a pena todo esforço". No início da manhã figuras religiosas como a hóstia e o Espírito Santo já podiam ser vistos nos tapetes que trouxeram também mensagens de paz e de respeito aos idosos, pelo Ano Nacional do Idoso instituído pela CNBB (Conferência Nacional dos Bispos do Brasil). A festa atraiu turistas de outras cidades do Vale do Paraíba e reuniu, segundo estimativa da Polícia Militar, cerca de 15 mil pessoas. No final da tarde uma procissão pelo trajeto enfeitado e a celebração de uma missa finalizou os festejos de Corpus Christi. Muitos fiéis também foram até o Santuário Nacional de Aparecida celebrar a festa do Corpo e Sangue de Cristo. A celebração aconteceu às 9 horas da manhã com uma missa rezada pelo vice-reitor do Santuário padre Antônio Carlos Barreiro. O altar e os corredores do Santuário foram enfeitados com flores e tecidos brancos. Cerca de 20 mil fiéis participaram da missa que foi encerrada com uma procissão ao redor do altar central da Basílica. Segundo previsão do Santuário Nacional, neste final de semana cerca de 100 mil pessoas devem passar por Aparecida.

Agencia Estado,

19 Junho 2003 | 18h04

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.