Festa de debutante termina em chacina em SP

Quatro pessoas foram executadas, entre elas uma criança de 13 anos, e outra ficou ferida, durante um acerto de contas ocorrido em uma festa de debutante na Zona Sul da capital paulista. No final da noite de sexta-feia, dois homens invadiram uma casa na Estrada do M?Boi-Mirim, onde ocorria um churrasco. Era a festa de 15 anos de uma adolescente. Os dois desconhecidos identificaram-se como policiais. Todas as pessoas que participavam da festa foram levadas para a frente da residência e colocadas lado a lado, de frente para uma parede.A dupla estava acompanhada de outros cinco comparsas, todos armados. As vítimas, segundo testemunhas, eram os chamados "penetras" da festa, e foram escolhidas a dedo. Valdir Ferreira dos Reis, 29; Saul de Almeida Santos, 20; Cléberson Soares de Souza, 19; e o menor Éverton Soares Neves, 13, foram atingidos por vários disparos.A mulher de Valdir, Kátia Clícia Gomes de Souza, 22, ao ver o companheiro ser executado começou a brigar com um dos atiradores e acabou sendo morta. Das primeiras quatro vítimas baleadas, somente Cléberson conseguiu sobreviver. Os bandidos fugiram.Enquanto permaneciam no local da chacina, aguardando a chegada dos peritos criminais da Polícia Civil, policiais militares da 1ª Companhia do 1º Batalhão foram surpreendidos por alguns desconhecidos. Pelo menos quatro homens, em dois carros, passaram em frente à residência a atiraram contra os policiais. Por sorte, ninguém foi atingido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.