Festa do Bonfim reúne um milhão de pessoas em Salvador

Cerca de um milhão de pessoas acompanharam hoje, em Salvador, o cortejo de oito quilômetros na festa mais popular da Bahia, o Senhor do Bonfim. A romaria a pé, que vai da Igreja de Nossa Senhora da Conceição da Praia até o alto do Bonfim, na Colina Sagrada, foi comandada por dezenas de baianas tipicamente vestidas com saia rodada, colares e trazendo na cabeça água de cheiro para lavar as escadarias e o adro da Igreja do Nosso Senhor do Bonfim. Atrás das baianas vieram os blocos dos Filhos de Gandhi, dos ciclistas, dos políticos, dos estudantes e uma multidão de fiéis. A maioria estava vestida de branco, a cor de Oxalá, o deus Yoruba. A festa começou por volta das 9 horas com um ato ecumênico pela Paz no adro da Igreja de Nossa Senhora da Conceição daPraia. Depois da celebração, os participantes seguiram a caminhada de duas horas e meia (8 km) até as escadarias do Bonfim. Ao chegar no local, as baianas molharam com água de cheiro os degraus da escada e depositaram flores, enquanto todoscantavam o hino do santo. Depois da festa religiosa, as pessoas se dirigiram às barraquinhas de comidas típicas e bebidas espalhadas em torno da Igreja. Nesta festa, vende-se também as tradicionais fitinhas do Senhor do Bonfim, que têm exatamente o mesmo comprimento do braço da imagem que está dentro da Igreja. Os festejos seguem até o próximo domingo (18).Neste ano, segundo a Agência Brasil, a segurança da festa contou com 2,2 mil homens da Polícia Militar ao longo de todo o percurso. Foram instalados, também, três postos de atendimento no local e disponibilizados uma unidade de atendimento móvel e duas ambulânciasconvencionais. A festa do Senhor do Bonfim acontece tradicionalmente na segunda quinta-feira, depois do Dia de Reis (6/1). Lendas contamque a lavagem das escadarias é atribuída à promessa de um devoto, nos tempos da escravidão. Teodósio Rodrigues de Faria,oficial da Armada Portuguesa, foi quem trouxe, de Lisboa, em 1740, o culto ao Senhor do Bonfim. Mas só em 1754, a imagem foitransferida em procissão para o alto do Bonfim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.