Festa junina acaba em tragédia em Minas Gerais

Uma pessoa morreu e várias ficaram feridas depois que parte de uma fogueira de 29 metros desabou na madrugada de ontem na tradicional festa junina de Mesquita, região do Vale do Aço, em Minas Gerais. Eduardo de Jesus Macedo, de 22 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital. Outras seis pessoas que assistiam a queima da fogueira ficaram feridas com estilhaços e pedaços de madeira que caíram sobre a multidão. Até o momento, três vítimas continuam internadas no Hospital Márcio Cunha, localizado na cidade de Ipatinga, a 40 quilômetros do local do acidente. Duas crianças, uma de nove e outra de dez anos, tiveram queimaduras em várias partes do corpo, principalmente na face. Elas não correm risco de morte. Um adolescente de 13 anos está internado em estado grave na UTI pediátrica do hospital, com queimaduras de 2º e 3º graus por todo o corpo. Ele está inconsciente e respira com a ajuda de aparelhos.De acordo com a Rádio CBN, várias irregularidades foram constatadas nesta festa junina. O cordão de isolamento, que deveria ser de pelo menos 45 metros, era inferior de cinco metros. Por causa do tamanho da armação, a queima da fogueira deveria ter sido acompanhada pelo Corpo de Bombeiros, o que não aconteceu. Os bombeiros foram acionados já depois do acidente e tiveram dificuldades para chegar ao local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.