Festa junina termina com 40 feridos no interior da Bahia

Participantes usavam bambu e pólvora na Guerra das Espadas, tradição de Cruz das Almas

Fabiana Marchezi, da Central de Notícias

14 de junho de 2010 | 14h26

SÃO PAULO - Ao menos 40 pessoas ficaram feridas no domingo, 13, durante a Guerra de Espadas, uma tradicional comemoração da festa junina de Cruz das Almas, na Bahia.

 

De acordo com informações preliminares da prefeitura, no evento, os participantes usam artefatos feitos com bambu e pólvora. A maioria dos feridos sofreu lesões leves.

 

Um decreto municipal permite a queima das espadas a partir das 18 horas de 23 de junho, em apenas algumas ruas e praças.

Tudo o que sabemos sobre:
Bahia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.