Festas juninas em São Paulo oferecem atrações para todos os gostos

A celebração dos dias de Santo Antônio, São Pedro e São João ganhou cara nova e agora oferece atrações para públicos vários gostos, perfis e idades. A boa e velha quadrilha, as comidas típicas, as brincadeiras e o quentão dividem o espaço com o funk carioca, DJs, bumba-meu-boi e maracatu.No sábado, na festa da Portuguesa de Desportos, saem as quadrilhas caipiras para o Bonde do Tigrão, comandado pelo MC Leozinho, animar o ?arraiá?. A tradição fica para o domingo, com o show da dupla sertaneja Rio Negro e Solimões. No Clube Paulistano, as festas serão produzidas para agradar diferentes idades. No sábado à noite, a festa é para adultos vips, dispostos a pagar R$ 50. No domingo, para crianças, com jogos e brincadeiras. Os jovens também terão um espaço próprio, com pista de dança, lounge, telão com efeitos de iluminação especial, DJ e pick-ups.Na Igreja do Calvário, uma das mais visitadas de São Paulo, além da pipoca e do quentão, tem comidas variadas como yakissoba, acarajé, nhoque e bolinho de bacalhau. O som que anima a festa é o forró e por esse motivo ela muitas vezes acaba virando a balada perfeita de sábado à noite. Tradição No meio de tanta criatividade, há gente que reclama. Dona Ilda Pereira Luceira, de 68 anos, que acompanha as festas juninas desde sempre, defende a tradição. Nas festas do Sesc Ipiranga, ela organiza uma quadrilha à moda antiga, animada pelos hits de todos os tempos ?Pula a fogueira Iá-Iá...? e ?Com a filha de João...?. ?Tem festa que toca música country na hora da quadrilha. Isso é música de montar cavalo?.Como os homens são raros na hora de participar da dança, ela precisa fazer o papel de noivo. Veste uma ?camisa listada, uma gravata muito doida, pinta bigode e cavanhaque e borda um grande coração na parte traseira da calça?, para chamar a atenção. ?Muita gente diz que eu fico mais bonita de homem do que de mulher?.As festas dos Sescs (Ipiranga, Itaquera e Interlagos), costumam ser as mais tradicionais, com shows e músicas que tentam ensinar sobre a cultura popular. No Sesc Itaquera e Interlagos, haverá muitos shows de música nordestina, região com as melhores festas juninas do Brasil.

Agencia Estado,

24 de junho de 2006 | 00h26

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.